sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

A super santinha

Estamos de volta!

O Carnaval já passou, minha gente, é hora de começar o ano pra valer!

Aliás, Carnaval é a festa do Diabo, vocês sabiam?
Só gente pervertida, imoral e sem-vergonha comemora o Carnaval... segundo a nossa personagem de hoje!

A Super Santinha é a encarnação da fé, da moral e dos bons costumes.
Super íntima de Deus, ela não é uma simples discípula.
Seu cargo é "assessora especial" do Criador, daquelas que colocam a pulseirinha em quem pode e quem não pode entrar no Céu.

Minha irmã mais nova, a Gabi, conheceu a Super Santinha quando morou na Austrália.
A Super Santinha também é brasileira, e estava lá para trabalhar e tentar uma vida nova.

Durante a convivência com ela, minha irmã era constantemente recriminada pela Super Santinha por ser católica.
Ao que tudo indica, a Super Santinha prega a todos que só os Evangélicos (de uma determinada igreja) serão salvos.

O que mais me admira na história da Super Santinha é que ela, uma suposta cristã, é extremamente intolerante. Ela discrimina qualquer um, de qualquer outra fé, cultura ou costumes que sejam diferentes dos dela.

Você bebe (socialmente)?
Ela diria: "Belzebu!"

Você fuma?
Ela exclamaria: "Seu cão tinhoso!"

Você tem uma tatuagem?
Ela afirmaria: "Seu capetão!"

Você mora com seu namorado?
Ela pensaria: "Está vivendo no pecado!"

E por aí vai...

Minha irmã já estava de saco cheio daquela moralista dos infernos, mas nunca chegou a questionar sua conduta, talvez por ser uma pessoa "da paz".

A Super Santinha não tinha fronteiras para suas pregações.
Falava "suas verdades" a quem quisesse ouvir.
E a reação das pessoas era quase sempre a mesma, a de incredulidade diante de tanta intransigência, mas a Super Santinha parecia não perceber.

Para todos os efeitos, a Super Santinha vivia o exemplo que divulgava.
E talvez por isso, a Gabi acabou se acostumando com ela.

No entanto, meses depois de voltar ao Brasil, a Gabi teve uma grande surpresa.
A Super Santinha tinha se mudado para Portugal, para viver com o "noivo".

Isso já era um grande "avanço" para a Super Santinha, mas a história não para por aí...
O tal "noivo" era uma pessoa conhecida no Brasil, mas não no bom sentido.
Ele fugiu para Portugal depois da condenação por envolvimento com tráfico de drogas e roubo.
Era um fugitivo da justiça!

Gente boa, né?!

A Super Santinha também acha, tanto que o escolheu para ser o pai do filho dela.
Detalhe: antes do casamento!

Isso seria um problema para nós, os "mortais", mas não para a Super Santinha...

Afinal, ela tem um "free pass" do Senhor, e será recebida na sala VIP do Paraíso!

Moral da história: Devagar com o andor que o santo é de barro... ou de pau oco... ou qualquer coisa parecida!

Amém, meus queridos?

Beijosss,

Até a próxima!


5 comentários:

Anônimo disse...

Todos nós ,conhecemos estes biotipos, famosos e que cresceram muito nos dias atuais.Só eles seram
salvos e só eles podem entrar no paraíso.
Nota 10 para esta turma!!!
Maurição (o profeta)

Fê Veloso disse...

Falou e disse, Sr. Profeta!

POLLYANNA MEIRELES disse...

Amém!!!

Anônimo disse...

Favor considerar serão no lugar de seram .Grato.
o profeta.

Anônimo disse...

Parabéns pelo novo lay-out do Blog.Continua sempre querendo fazer melhor.Você é um grande exemplo para todos nós.Grande beijo do seu MSV(Maurição)

A Autora

Faça Parte!

Os 10 mais lidos

Seguir por Email

Arquivo do blog

Visualizações de página